Gotas Poéticas

 Aparecida Maia Viégas  - Poesias para você

Textos





ALMA ADORMECIDA
 
 
Luzes apagadas da alma
Onde as trevas se adensam,
Onde a intolerância impera
E ante as agressões condenam!
 
Alma adormecida, sonolenta
frente às farpas da cólera,
Sem os algodões da brandura,
Do amor e da paz suplicante!
 
Alma desapegada, inconsciente
Envolta nos turbilhões da vida
Jaz inerte, em esquecimento,
Cultiva nos cantos os lamentos!
 
Dormente, não vê as lágrimas,
Carece de compaixão e ternura
Rígida perante as torturas,
Sem doar um doce e meigo olhar!
 
Deixa que o Mestre se revele
por tuas palavras e por tuas mãos...
Acorda! Alimenta a divina presença
Pelos teus passos e sem licença...
 
Alma adormecida, esqueça-te agora,
Vem até o  teu irmão para servir,
Amparando as humanas dores
por todo recanto onde tu fores!





 
Cida Maia Oliveira
Enviado por Cida Maia Oliveira em 31/05/2015

Música: ernesto cortazar - as no one else e b - Desconhecido

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras